domingo, 11 de outubro de 2015

O CABOCLO E A INTERNET...em cartas para Marta.

O CABOCLO E A INTERNET.
Em:
Cartas para Marta.........

Por que?!
Por que minha querida Marta,
Não volta a me escrever, se eu ainda moro
No mesminho lugar?!

As cartas que me escrevia demoravam!....
Demoravam!....Atrasavam...mas chegavam,
Mesmo debaixo de sol, de chuva ou di luar.

Eu sem pressa lia.
Lia, relia...com toda minha devoção,
Só pra ver se o coração, 
este meu velho coração
Táva ainda no lugar!

Nas cartas que me escrevia,
Meus próprios olhos sentiam
Um grande momento de amor!
Hoje as notícias  são  frias,
Não tem mais aquela alegria,
Nem tampouco muita dor!...
Elas chegam por outra via
Por uma tal de internet, é engraçado!...
Vem sempre com endereço errado!

Essa tal de internet!
Arroba(@) ponto com. BR é o que me faz desacreditar,
Pois mesmo morando em meu rancho,
Eu me sinto noutro lugar!

Arroba(@) pra mim é medida de peso, pode até me caçoar!
BR pra mim é rodovia que leva o caboclo em agonia
Fugir pra outro lugar!

Então eu lhe peço minha querida Marta,
Quando escrever outras cartas,
Escreva com suas próprias mãos...
Mande pelo mesmo correio,
Pois este é o único meio
Usado aqui no sertão!...

Óh, minha querida Marta!..Eu?!...
Eu só quero me desculpar!...
Me desculpar com muito apreço!...
Pois essa tal de Internet...
Nunca...nunca soube o meu endereço!...

do livro POEIRA E FLOR    autor; ege valadares



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: