sábado, 3 de outubro de 2015

AFRICA, TE AMAMOS...

ÁFRICA, TE AMAMOS

Sobre a carcaça negra o encontro de todo o grito,
E nas mãos de palmas claras, calos de raiz profunda.
E a terra negra se curva sobre o ventre e se inunda
De lamentos, e geme a dor no ventre teu constrito.

É teu o silêncio na amargura de outros rostos
Que se recolhem no labirinto dos esquecidos,
 Murmúrios com sabor de caminhos percorridos,
África, haveremos de apagar os teus desgostos.

Carregas nos trapos o cheiro ácido das batalhas,
Nas savanas as cinzas ásperas da vil submissão...
Expressas mágoas de sórdida, brutal servidão,
Teus ossos clamas no silêncio das mortalhas.

Lutaste como espartana contra poder e espada,
Buscando construir teus sonhos de tórridos areais                                   
Despertaste aquém das horas mortas dos imortais,
Incerteza do destino; falsas vitórias, guerra inacabada.

O olhar descansa na pele rugosa do tempo infindo;
Corpos tombados, estendidos na secura  das savanas,   
De cicatrizes ainda profundas de ferinas durindanas...
E continuas batucando,dançando, cantando e sorrindo.

ÁFRICA,nós te amamos...

De egê Valadares-sp ---www.poeiraeflor.com.br



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: