quinta-feira, 24 de setembro de 2015

TOCAS-ME

TOCAS-ME


Por que me tocas novamente,
Com novos repertórios, outros argumentos?
Não vês que nem és mais a pessoa que conheci,
E que teus sonhos mudaram, são outros, apenas obsessão?
Que tuas mão dantes trêmulas de emoção, hoje são frias?
Que o teu doce e cativante olhar agora lampejam cifrão?
Que os nossas horas de plena ternura se tornaram vazias?
Então o que dizer do teu ex doce coração?!
  Ah, sim! Tantas coisas mudaram!  Eu fiquei mais comedido e triste
E o medo é o meu maior companheiro,
A noite me abraço ao travesseiro
E aos retalhos dos perfumes que ficaram,
E até as paredes que eram mudas já choraram.

De egê Valadares- sp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: