terça-feira, 26 de maio de 2015

MOMENTO- manhãs da gente...

MOMENTO- manhãs da gente.
Manhãs de lentidão, gente se espreguiçando nos portões, domésticas esguichando água nas sujeiras dos cães vizinhos. Conversas oblíquas nas esquinas com mãos ocupadas de pães e leite. Celulares pendurados nas orelhas. O assobio estridente do garoto pedalando a bicicleta na descida íngreme. O estralar do beijo na esposa antecipando saudades. O filho indo a escola, carregado de cadernos e perfumes. Manhãs de feições semelhantes de sentimentos; entre lorotas e queixumes, conversas pra boi dormir.
Manhãs monótona de gente independente, indiferente, sem a graça, sem sorrisos .. gente que nem é gente  e que nem cócega sente.
Os corpos desobedientes de obesidades por detrás dos volantes impedem os movimentos e a curiosidade.
Manhãs de pálpebras debruçadas de preguiça...um rancor latente...é gente. . . gente improvisada, gente cansada,  gente em busca ... atrás de quase nada.... gente infeliz.


De egê- sp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: