sexta-feira, 13 de março de 2015

CÂNTICO DE SAUDADE.

 CÂNTICO DE SAUDADE.
Pedaço de um poema. dedicado a minha gente.

Aqui está minha infância- nessas águas claras e nas estradas preguiçosas ao sotaque da terra.
Aqui deixei minha voz no cântico de todos os pássaros e no espirro das catadupas.

 Nessas areias grafei meus primeiros versos - que viajam com essas correntes, que irrigam minhas raízes, presas a esse chão.

Aqui ficaram minhas auroras – que renascem a cada dia no sorriso de minha gente...

Gente feliz, com sonhos de cetim...
Comigo ficou esta saudade maldita
De longas asas, asas infinitas,
Vivendo sempre a voltejar em mim.

De egê-sp


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: