domingo, 25 de maio de 2014

O PESO DO DECLÍNIO

O PESO DO DECLÍNIO.
QUANDO A IDADE ENVELHECER O MEU SORRISO
E NÃO SENTIR ARDER UM BEIJO EM MEUS LÁBIOS FRIOS,
QUANDO O MEU OLHAR NÃO SENTIR UM OUTRO OLHAR
E MINHA ALMA SE PERDER EM MEUS CRUÉIS CALAFRIOS...

DE NADA TERÁ VALIDO O DULÇOR DA ALMA PURA
E QUE SE CALOU EM MIM QUAL SILÊNCIO DE UM PERDÃO,
AS SULCADAS RUGAS MARCARÃO AS AMARGURAS
DE UM SENTIMENTO CRAVADO  DENTRO DO CORAÇÃO.

MAS POR QUÊ?! POR QUE ME DEIXO ASSIM DESENCANTAR,
ENTREGANDO-ME AO DESALENTO E DISSABORES
E AGUARDANDO EM VIDA DOCEMENTE A MORTE?!

PÊSO DO DECLÍNIO, SEM ÍMPETOS E SEM AMORES?
NÂO! NÃO É ESTE O MEU PERFIL...QUERO VIVER A VIDA
QUERO SEM PERCALÇOS, UM AMOR  PURO,SEM DORES..
egê- sp



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: