domingo, 23 de março de 2014

AMAR-TE NOVAMENTE

AMAR-TE NOVAMENTE

ENCHEREI DE FLORES TUAS MANHÃS DE PRIMAVERA,
DE LUZES TEUS PASSOS E SONHOS, MESMO ADORMECIDA
NA PRAIA DE TUAS ILUSÕES,  E MARES QUE RUGEM MEDO!
ENCHER DE ABRAÇOS TEUS ANSEIOS DE VIDA VIVIDA.

DAR-TE O AMOR DE UM SELVAGEM QUE AMA E SONHA
E APRENDERÁS A DORMIR NAS ONDAS DE CADA ESPERA!
DAR-TE-EI POR TESTAMENTO MEU AMOR DE RÉDEA SOLTA,,
QUERO VER-TE A GALOPAR,  COM ROUPAGEM DE QUIMERA.

QUE OUÇAS A CANÇAO  QUE MESMO PERTO NÃO DESPERTE
DE TI O SONO EM QUE TE ABRIGAS DO ESTRESS COTIDIANO!
CANÇÃO QUE FALA DE FLORES ORVALHADAS  E DE AMOR,
TALVEZ TE FAÇA ESQUECER  DO MEU VELHO AMOR CIGANO.

QUERO QUE TUDO MUDE, AINDA ME ATREVO TE AMAR ...QUERES?
 MESMO QUE AGUARDEMOS OUTRAS TANTAS  PRIMAVERAS,
E  NÃO ENCONTREMOS SOBRE O MURO DE NOSSAS VOLTAS
PÁLIDAS BORBOLETAS, TAMPOUCO FOLHAS DE HERAS!

DE EGÊ VALADARES
do livro poeira e flor vol  II
correção preventiva em 28-03-2014




O

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: