domingo, 5 de janeiro de 2014

UM TRAGO PRA ESQUECER

UM TRAGO PRA ESQUECER 
Absorvendo o melhor momento desta manhã de domingo, saí para meu primeiro passeio a pé por ruas onde os vizinhos quase todos me conhecem pelo nome e dentre tantos, no passado, poucos estiveram dispostos a dialogar comigo! Mas hoje foi diferente!  Em seus olhares uma interrogação previsível e até mesmo de condescendência. Bom dia pra cá, um como vai pra lá e assim percorri, entre gentilezas fartas, um bom trecho aqui por perto.
Notórias preocupações fizeram-me entender que não se deve viver isoladamente, quando o nosso coração pede silêncio e muitas vezes orações.
Uma cervejinha no boteco de meu amigo Avelino logo ali na esquina. Entre sorrisos, muitas perguntas sobre o incidente.  
 Uma palavra amigável ali, um conselho acolá, quando deparei com um casal discutindo
àsperamente em frente sua casa. Parecia-me bêbado o esposo, mas mesmo assim adentraram a sua moradia quase em silêncio.
   A passos curtos e mansamente voltei pensativo para casa, sem ter com quem brigar!


de egê. SP, 05 de janeiro de 2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: