segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

RECOMEÇAR

  1. RECOMEÇAR

    Há dias em que a paixão palpita e a saudade aperta,
    O coração se cala e as cordas bambeiam seus tinidos,
    apenas em ruídos de dor, uma dor dorida que desperta
    sôfrega alma contida, que chora com ela seus gemidos.

    Do tempo restou o incenso, do sonho efêmeras poalhas
    Na vã espera do amor, a hora é de partir, de rebuscar!
    Que os escombros se desfaçam, efêmeros em migalhas!...
    Em algum lugar há de um sorriso pronto me aguardar.

    Por que não sorrir se a vida continua, mesmo que triste?
    Por que não o amor, as confidências, o caminhar a dois?
    Se o primeiro amor se foi!... Há a carência que persiste!

    Sonhos, apenas sonhos, probabilidades, um sutil talvez,
    É como na adolescência...como se fosse a primeira vez;
    Um olhar, um sorriso pronto...o restante vem depois!

    DE EGÊ- do livro poeira e flor vol II

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: