terça-feira, 26 de novembro de 2013

CHUPANDO JABUTICABAS

CHUPANDO JABUTICABAS

Uma pra mim, duas pra ti!
Duas pra ti, uma pra mim!
E as horas docemente passavam
Debaixo da jabuticabeira frondosa
À exuberância de teu olhar.

Toma mais uma, mais outra!
Brilhantes e tão docinhas!
Duas são tuas e uma é minha,
Coloco-te duas na boca,
Colocas-me uma na minha.

Foi assim! Ao primeiro beijo com sabor
De maduras jaboticabas
Que nasceu o nosso amor!
. Lembrança de meninos
Que nunca se acabou.


Do livro poeira e flor vol II

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: