quarta-feira, 16 de outubro de 2013

ROSA BRANCA DO AMOR

·         ROSA BRANCA DO AMOR

·        

COMO PROVA DE AMOR UMA ROSA TROUXE,


· AO ORVALHO DA MANHÃ NO JARDIM COLHI !.


· TANTAS MAIS TRARIA PRA TE FAZER FELIZ...


· ATÉ QUE UMA ROSA FOSSE EM TI FLORIR.






· PERDOE-ME ESTA FACE JÁ DOBRADA E TRISTE


· QUE ME FEZ MAIS VELHO... UM ZÉ QUALQUER,


· SEM RUMO, ATÉ DO MEU NOME JÁ ME ESQUECI,


· EM DELÍRIOS A SONHAR CONTIGO, MULHER.






· TUDO PORQUE PERDESTE AQUELA ROSA BRANCA,


· QUE DEIXASTE AO CHÃO DISCRETAMENTE CAIR;


· LÁ SE FORAM AS CHEIROSAS PÉTALAS DA FLOR,


· QUE SE DESPRENDERAM JUNTO AO MEU SENTIR.






· POR ERMOS CAMINHOS SOALHEIROS ANDEI,


· EM TENTATIVAS VÃS DE ENCONTRAR A FLOR


· ENTÃO, RESSEQUIDAS PÉTALAS EU ENCONTREI,


· SEM O PERFUME DA ROSA, BRANCA DE PUDOR
·        
Do livro poeira e flor vol II


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: