sexta-feira, 25 de outubro de 2013

MONJOLOS- CHÃO DE ESTRELAS

MONJOLOS-CHÃO DE ESTRELAS

 

Terra de meus sonhos, a que inebriado venho,

Aos teus claros luares que sobre ti derramam!

Durmo em tuas águas versos de meus poemas,

Sentimentos tracejo nas sendas que se tramam.

 

Beijo-te a face, à afeição que ao meu povo devo,

Trajo-te com as pétalas... em vestes de canções ,

Tórpido, pelo tudo que tanto nos proporcionas,

 De estrelas as grinaldas em minhas abstrações.

 

Em teus céus deletreio constelações desfraldadas,

Sonhos...  olhares de estrelas destilando vaidades!

Incautas, cadentes, outras estrelas derramam...

Destelam cristais em minhas rimas de saudades.


Do livro poeira e flor vol II

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: