quarta-feira, 16 de outubro de 2013

CHUMAÇOS DE SONHOS

Longe de teus olhos me sei tão carente
Das delícias que um dia feliz desfrutei!
Amar, porém distante, me sinto excluído
Dessas delícias que te depois implorei.

Se meus anseios num abraço couberem,    
Ao sal do teu corpo enlaçado em mim;
Serei clara vertente a suspirar paixão...
Saciar desejos entre sonhos em cetim.

Trarias por ornamento um sorriso meigo,
Tudo em ti seriam flores perfumadas...
Seria eu um beija flor a degustar teu mel...
 Olhares de ternura...paixões reveladas.

Sonho!...
Oh como a noite é curta...Fria e deliciosa!
Ao chegar da aurora deixarás meus lençóis.
Ficarão somente restos de teus perfumes                                                  
Nos chumaços esquecidos, de teus caracóis.

Do livro poeira e flor vol II

 

 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: