sexta-feira, 12 de julho de 2013

MINUTOS DE DEMORA

  1. Esse teu sorriso que me tanto encanta...
    De tanta ternura, com o olhar te beijo...
    Acordado sonho, é uma longa espera,
    Pra saciar-me a dor deste meu desejo.

    Embora sejam horas tão desgastadas
    Na vã espera, quase a beira da loucura ...
    Ruminando eu vou minha ansiedade,
    Vou degustando cruéis amarguras.

    ... Quando o poder do anseio me envolve,
    É lento o tempo de infinitas horas!
    Vale suportar décadas de esperança?
    Ou vale esperar por minutos de demoras?


    do livro poeira e flor vol II

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: