quarta-feira, 3 de abril de 2013

POSSO ESPERAR?


POSSO ESPERAR?

Se não sabes quanto essa dor me dói,
Me corrói, faminta, saciando a fome...
Distorce-me os sentidos, definhando-me,
Leva-me à loucura que destrói o home.

Se não sabes o quanto amar-me podes,
Dize-me o quanto devo te amar!
Amor perfeito creio não mais exista...
O tempo existe para se esperar.

Esperei por horas,dias meses e anos,
Meus desenganos trago na memória,
Décadas se passaram, nos envelhecemos,
Em cada capítulo uma longa história.

Receio, contudo, nessa vã espera
Que se vá o tempo nosso de aguardar...
É melhor sofrer de anos de esperança
Do que viver de minutos de esperar.

DO livro poeira e flor vol II

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: