segunda-feira, 15 de abril de 2013

PODE SER NO MESMO LUGAR?


PODE SER NO MESMO LUGAR?

A fresca esperança de um só momento,     
Poder contigo, a sós me encontrar
Falar de coisas que nunca nos dissemos,
Restituir-me o riso ao rosto que viste chorar.

Nesse desejo doce de um só instante,
De sentar-me, feliz, bem a ti juntinho
Sobre os lençóis de areias brancas,
Ao marulhar macio do nosso Pardinho.

Sentir-te no olhar de mulher madura,
O despertar macio de teu despudor,
Passear as mãos pelo teu corpo inteiro,
Em teus cabelos negros colocar uma flor.

Sobre alfombra fresca rebuscar o sonho
Que por desígnios nos deixou distantes,
Refazer o mapa de nossos destinos,
Tatuar no tempo meus mais doces instantes.

do livro poeira e flor vol II

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: