quinta-feira, 19 de abril de 2012

SEM FÉ...bejo-te com o olhar

Sem Fé Beijo te com o lhar, como quem inveja desejos insanos... E convoco-te a me amar...num querer morno. Domino seu tempo, sem medo sem senso... Acaricio-te a alma, com lampejos de falsa Fé... E te vigio, sentinela em seus sonhos... Observo suas falhas e sem vaias invoco, meu Deus fraco...pra quem peço cuida...sem Fé... Faço pra ti, orações da boca pra fora...um zumbido sem graça, pra não ficar sem fazer nada... ...Palavras soltas e só...um eco bobo de falsa fé Diante da sua ingratidão, te ofereço meu tesouro...e em silêncio permaneço...sem Fé! Sigo sem graça, sem jeito, sem origens... Não te rogo nem pragas, nem verbos... Designios de um sentimento, que nem sei o que é... Pra te contar que não há silêncio sem Fé. (Flor lilás, aproveitando seu espaço pra também publicar) 


texto de Andressa, a Flor lilás, com prazer, seja benvinda.É um prazer tê-la neste espaço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: