segunda-feira, 16 de abril de 2012

OUTRA VEZ....Ao sol do ocaso morreram seus sonhos...


 AO SOL  DO OCASO MORRERAM SEUS SONHOS;
 RIQUEZAS  EXTRAÍDAS  DA TERRA LAVRADA...
DO SUSTENTO TIROU A SEMENTE E PLANTOU
NO SOLO INFECUNDO DE COLHEITA MIRRADA.

PARTINDO AO ENCONTRO DE NOVAS RIQUEZAS...
TERRAS DISTANTES DE TESOUROS IMPOLIDOS.
 SOMENTE LEVOU O QUE NAS MÃOS  LHE COUBE,
SEM DA VOLTA TRIUNFANTE HAVER DESCRIDO.

DA BOCA DA FOME QUE HOMENS CONSOME,
ESTES RENASCEM COM A SEDE DA GLÓRIA...
OUTROS, CAMINHOS, INTRÉPIDOS DESAFIAM,
NA REBUSCA INCANSÁVEL  FINAL DA VITÓRIA.


EM OUTUBRO DE 2008- registrado

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: