sábado, 10 de março de 2012

COM A LUA-com o beijo da lua na face encarquilhada...



Com o beijo da lua na face encarquilhada, talhada de histórias que o destino lhe contemplou, expira em melodias doces emoções ...  viagem derradeira...despedidas...  na agreste solidão de suas estradas, segue intrépido o boiadeiro. Sina, apenas para fugir das lágrimas... desventuras, sem deixar pegadas, rútilos sonhos de aventuras que se desfazem, fuligens que lhe restam de coisas passadas.  Momentos, ventos em farpas, abraçado ao que a sorte lhe destina...sorvos de carências!  A lua vadia, sonâmbula e quimérica o faz sonhar, o faz pensar...o faz voltar, às desoras de seu tempo,  junto aos seus, para o seu devido lugar.

texto escrito e registrado em jan de 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: