terça-feira, 6 de setembro de 2011

EU BEBO PORQUE...no começo...um flerte, um olhar adolescente...

No começo, um flerte, um olhar adolescente, quase inocente.  Depois o namoro...as beliscadinhas!... Finalmente o beijo, a beiçada. Agora eu a encontro em todas as esquinas piscando pra mim...sorrindo, se abrindo, me tentando sem fim!...Bebo  porque ela é dócil, gostosa, romântica! Deixa um rastro de aromas em minha vida. Obediente, cheirosa, envolvente!...O acender contÍnuo de minhas emoções. No começo submissa, na metade imponente....depois!...depois companheira, dominadora. Eu bebo por viver com ela um grande amor e sem ela, meu coração lamenta, derroído de saudade. Como eu amo essa branquinha !..Graciosa e sempre brilhando na passarela de minhas fantasias! Com a danada eu não mais consigo viver em pé....ela é quem me deita, me conforta e me faz sonhar. É abraçado a ela que me encharco de sonhos e me enriqueço, viro príncipe e me enobreço. Com a alma molhada eu descubro os falsos amigos; aqueles que fogem de mim. 

Éla é quem me ouve e não se mete em meus assuntos pessoais. Silente, experta, latente, sempre presente! Se me evitam, ela me abraça, me agasalha e me aquece. Se me perco ela me conduz e me leva para algum lugar!..Ao vento, ao abrigo, ao relento.

Ciumenta!!! Se a evito, é aí que ela se transforma e fica poderosa; me cutuca, me futrica, me futuca e entre risos e abraços eu me esfrego e me entrego.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: