segunda-feira, 19 de setembro de 2011

ÁGUA DE CHEIRO...se for água de cheiro eu gosto...

Se for água de cheiro eu gosto...
Se for de rosas eu gosto mais;
Uma gotinha atrás da orelha,
Suficiente pro rapaz,
Pra mocinha acanhada,
Pode ser um pouco mais.

O cheiro que tem a rosa,
Tem a moça, tem o rapaz...
Todo mundo quer um pouco
Da magia que ela capaz;
O rapaz procura a moça,
A moça procura o rapaz.

O perfume que existe lá
É perfume que existe cá.
É água de cheiro comum,
Por existir mais acolá...
Mas água de rosas silvestres
Só existe neste lugar.

De flores eu já fiz versos,
De rosas compus canção.
Em sonho eu já fiz poemas
De coisas aqui do sertão;
Perfumes de rosas eu guardo
Bem ao lado do coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: