quarta-feira, 20 de julho de 2011

MONJOLOS, MINHA ALDEIA DOURADA



MONJOLOS, MINHA ALDEIA DOURADA

Sou teu aquele menino feio,
Descalço,
De calças curtas,
de muitos irmãos
e mãe carinhosa,  
 de fala dengosa
que tantos rastros deixou
na poeira de teu chão.

Sou teu o menino da roça,
Do oco do Mato Virgem,
Caipira, capiau...
Como queiras!...
Criado entre matutos,
Guiando bois carreiros,
Carpindo roça de milho,
Roçando capoeiras!...

Sou teu aquele menino
Que brincava nos areais
Na infancia que aí viveu...
Sou tua, a lua que nasce
Detrás da Serra que Tocaia,
Sou tua a samambaia
Que aninha o bem-ti-vi.

Sou teu aquele menino
De todos teus sobrenomes
Crianças , senhoras , homens...
Cabrais, Nunes e Oliveiras...
Rodrigues, Ramos e Piabas...
Abreus, Duques e muitos Santos...
Assis, Pintos e Pereiras...
Campos, Ziles e Moreiras...
Alves, Silvas e Teixeiras...
Souzas, Miquilinos e Leões...
Mouras, Valadares e Tameirões.

Sou teu o menino que um dia
Desenhou constelações...
Pintou de ouro teu céu estrelado
E de azul teu sol dourado,
Na tatuagem do coração...
Sou tuas todas as crianças
Que buscam no teu hoje
Os dias dos seus amanhãs.
Sou teus os campos dourados,
Ressequidos e tão amados.
Sou teu o rio que banha
Planicies e tuas entranhas.
Sou teu o pedregulho
do rio que serpenteia,
A luz e tuas candeias,
Tuas folias de Reis,
Tuas fogueiras de São João...
 Sou teu o matuto que chora
Nos braços de uma viola...
Sou teu o cheiro da relva orvalhada...
Nas encostas de tuas estradas
E o doce do sotaque de teu povo.
Sou teu o sorriso que nasce
Na boca dessa gente madrugadeira;
Do homem que amansa burro chucro...
Sou teu o matuto
que nos incerto momento
inundado de sentimentos...
foi-se  ao encontro de seu destino...
Não era mais um menino...ele cresceu!
Sou teu o que restou... de menino feio... o Egê...lembras-te?
Que tanto se orgulha por ser um filho teu.

do livro poeira e Flor vol II

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: