segunda-feira, 6 de junho de 2011

RODEADOR, MINHA PAIXÃO

RODEADOR,MINHA PAIXAO



Foi-se embora Maria, sem despedidas,
Esse ente querido que não volta mais...
Partiu chorando contra a Tua vontade
Deixando soluços sem olhar para trás.

Lufadas de fumaças deixava Maria
Em brancos penachos jogados ao vento,
Levando saudades nos velhos vagões,
Inundando de dor os teus sentimentos.

Foi-se Maria levando os trilhos
De ferro escuros pra longe de ti,
Deixando entalhadas tantas saudades
No peito da gente que ficou por aí.

Jamais me esqueci de tuas cascatas,
Das serenatas aos luares amantes...
Do sorriso de alguém que ficou gravado,
No coração do poeta que vive distante.

Um peito inundado de tanta saudade
Dos seresteiros amados, desse lugar...
Só pra lembrar alguns neste verso
Ponteiro, Totonho, Aloísio e Zeiá.

Totonho se foi deixando saudade
Na voz que ficou em tuas histórias,
Deixando-a gravada nos rastros da vida,
Nas calçadas do tempo de nossas memórias.


Foi-se também meu povo amado
Em louca odisseia pra outros lugares...
Em busca de sóis e outras estrelas,
Levando a seresta pra outros luares.

A bela estação de nossos encantos,
Agora sustenta um velho telhado...
Em cujos beirais habitam os pardais,
E mil andorinhas de vôos delicados.

Essas andorinhas que tristes revoam,
Resvalando as asas na cumeeira...
Trazendo no voo todos os encantos,
De um triste canto tão derradeiro.

De galho em galho com todo carinho,
Foi fazendo o ninho da procriação...
No trépido beiral do velho telhado,
Amargamente esquecido da estação

Quero uma casa bem pequenininha,
Pintadinha de branco ao sopé da Tocaia...
Alí viverei compondo poemas,
tributo ao sol na aurora que raia.

Essa tua gente que pra longe se foi,
É a mesma gente que de volta se vem...
Muita gente se vê matando saudade
Ou chorando com saudade do trem.

Uma jóia cravada entre azuis montanhas,
Deixando quem chega morrendo de amor...
De tua água quem bebe nunca se esquece
De sempre voltar pra Ti, Rodeador.

do livro Poeira e Flor vol II

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: