domingo, 5 de junho de 2011

MEDITANDO!...

Quando em seus segredos as estrelas se calarem! Quando a ciência puder reinventar no
homem seus conceitos e valores. Quando se descobrir no aurorecer
a existencia do milagre. Quando os olhos revelarem o sentimento da alma e as horas
esconderem os seus segredos.Quando a noite se descobrir e às estrelas se perderem
sem a escuridão. Quando não mais houverem falsos sorrisos e almas machucadas.
Quando ao apagarem as luzes da ribalta e não mais no picadeiro a presença do palhaço.
Quando o lado palhaço se perder junto ao sorriso de uma criança.
Quando não mais se consegue ser sábio aos cinquenta e a ausência de glamour
 se tornar uma constante.
Quando não se mais tem a poética como companheira e as palavras perderem o seu sentido.
Quando não se mais nos olhos marejarem a vontade de seguir.
Quando a velhice chegar e flores não houver em seu caminho e nem amigos que queiram
ouvir suas poucas histórias de vida e os velhos lençois não revelarem a presença
da mulher amada no perfume impregnado!
Quando os velhos e amarelecidos retratos forem retirados definitivamente da parede.
Quando a sua vontade ignorar o espelho e na camisa faltarem alguns botões!
Quando não mais sentir o cheiro da aurora na despedida das estrelas e um velho espelho
for a sua única companhia!...E a fantasia deixar de ser uma eterna esperança!...
Medite!...Medite!...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: