quarta-feira, 8 de junho de 2011

EU QUERIA

Ser o antídoto para todos os teus anseios e desejos, instalar-me na moradia de teus sonhos e fantasias, brandar cada chama de tuas loucuras desenfreadas. Deslizar-me sobre teu corpo aquecido e olhando bem dentro de teus olhos, explorar o cheiro de teu espaço sinuoso, apalpando cada curva de teus sentidos. Gerar mais apetite em tuas vontades e mais sede em tuas fontes de menina impetuosa. Destelhar-te de todos teus mistérios, oferecendo-te o paraíso. Mergulhar-me no submerso de todos os teus segredos e na implosão de minha gula, ter-te em mim e ter-me em ti embebidos em vinho tinto derramado sobre os lençóis de nossos pudores e pecados. Queimar-me no fogo de toda essa loucura de tuas taras, ter-te a boca de lábios ensandecidos  e manchar-te as vestes íntimas com o rubro ardente de meu fogo sem limites. Depois!...depois, relaxar-me ao teu lado, ouvir em cada respiro ofegante e aliviado do amor, o silêncio da dor e o cheiro de teu suor transpirando do dorso acetinado e moreno de sol, de um corpo delgado de mulher cheirosa sem igual.Ser a brisa passeando ao teu lado e soprando teus cabelos embaralhados e trazendo-lhe musicas aos ouvidos; aquelas que falam de promessas e fantasias, permitindo que vivamos um pouco mais com nossas viagens de sonhos e de encantos. Banhar-te nas cascatas de sorrisos para que nunca volte a tristeza em teus olhos, deixando-te sempre menina. Dormir em teu colo o sono de tuas ternuras e mostrar-te todos os caminhos que te levem a mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: Se você não é nosso(a) seguidor(a) e deseja deixar uma mensagem, escolha abaixo "Comentar como ANONIMO" e clique em PUBLICAR.

Escreva seu comentário abaixo: